Notícias & Artigos

Casos de roubos e furtos de veículos crescem 13% em Porto Alegre

O número de casos de roubo e furto de veículos cresceu 13,39% em Porto Alegre nos últimos 12 meses, de junho de 2014 a maio de 2015, de acordo com dados da Secretaria da Segurança Pública (SSP). No mesmo período, o crescimento dos casos de roubo foi de 18,68% e dos de furtos, de 9,56%.
Os bairros onde esse tipo de crime ocorre com mais frequência são Sarandi, Centro, Rubem Berta, Petrópolis, Vila Ipiranga, Menino Deus, Cristo Redentor, Floresta, Passo D’Areia e Santana, de acordo com um levantamento feito pela Polícia Civil.
Já as avenidas com mais chance de um carro ser levado são a Assis Brasil, Sertório, Protásio Alves, Ipiranga, Mauá, Bento Gonçalves, Ramiro Barcelos, Baltazar de Oliveira Garcia, Riachuelo e Antônio Carlos Berta.
Na semana passada, um casal teve o carro no bairro Petrópolis, por volta das 11h, minutos depois de sair da concessionária na Zona Norte da capital. O marido deixou a esposa no trabalho e deixou o carro estacionado em uma rua. Meia hora depois, quando voltou, o veículo já não estava mais lá.
O casal não tinha feito seguro do veículo. No mesmo dia, em entrevista à Rádio Gaúcha, o secretário estadual da Segurança Pública, Wantuir Jacini,  deu um conselho pra quem compra carro zero. “Para todos que forem adquirir carros novos, os retirem carros das concessionárias depois que  tiver um seguro”, declarou.
De acordo com os revendedores de veículos, casos como esse são mais comuns do que se pensa. Uma moradora do bairro Petrópolis confirma que as estatísticas são bem reais e assustadoras. “Tem um guardinha que fica aqui na esquina e direto, quando eu chego da faculdade, vou conversar com ele e ele me fala que estão roubando muito, de todos os jeitos”, conta.
A polícia diz que essas regiões são mais visadas porque, para os criminosos, é mais fácil de fugir para cidades da Região Metropolitana. “Essa região é em razão das rotas de escape da Região Metropolitana, as principais quadrilhas que agem em Porto Alegre são da Região Metropolitana. São rotas que facilitam a fuga desses veículos”, afirma o delegado Luciano Peringer. Segundo a polícia, cerca de 60% dos veículos são recuperados.

 

Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2015/07/casos-de-roubos-e-furtos-de-veiculos-crescem-13-em-porto-alegr